Segundo matéria do G1 a Polícia Civil fez nesta quinta-feira (31) a reconstituição do crime em que um comerciante morreu baleado em uma agência bancária de Campo Limpo (SP). O crime ocorreu em fevereiro deste ano.


Policiais civis, peritos, guardas municipais e três testemunhas participaram da reconstituição. O trânsito em frente ao banco foi interditado para que o procedimento fosse executado.

Um guarda repetiu a ação que o bandido teria feito no dia do crime, quando ele seguiu a vítima, entrou na área de caixas eletrônicos e tentou roubar o malote.