Segundo matéria do site O Antagonista, Jair Bolsonaro tem dito a interlocutores que pensa em ter Sergio Moro como vice numa chapa de reeleição, em 2022.




Segundo o Globo, o assunto inclusive foi abordado hoje no almoço que Bolsonaro teve com os aliados.
O presidente teria dito que a dupla seria imbatível nas urnas e recebeu o apoio dos presentes.

Mas o ministro da Justiça ainda não abandonou o sonho de integrar o STF.

Novo Partido

Segundo informações do Globo, o presidente Jair Bolsonaro anunciou a deputados nesta terça-feira que vai se desfiliar do PSL e criar o partido Aliança Pelo Brasil . Trinta parlamentares devem acompanhar o presidente no novo partido. A primeira reunião da futura legenda vai acontecer no próximo dia 21.




As informações foram passadas pelos deputados Daniel Silveira (PSL-RJ) e Bia Kicis (PSL-DF), que participaram da reunião com Bolsonaro nesta tarde.

— A gente acabou de sair da reunião com o presidente, em que ele anunciou a saída dele do PSL. Ele vai para um novo partido, que vai se chamar Aliança Pelo Brasil. Claro que parlamentares que foram eleitos pelo sistema proporcional não podem sair ainda. Partido tem que ser criado e, no dia 21, será a convenção do novo partido — disse Bia Kicis. — Ficou claro que a gente vai sair independente de fundo partidário. A gente quer um novo partido, mas não queremos briga com o PSL


O único entrave à criação da nova legenda é o reconhecimento de assinaturas digitais. Se o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) reconhecer as assinaturas, o partido, que irá abrigar Bolsonaro e os filhos, conseguirá recolher as assinaturas necessárias para ser criado até março de 2020, o que o possibilitaria de disputar as Eleições municipais do ano que vem.