Para garantir o direito de ir e vir do cidadão e impedir a perturbação do sossego, a Polícia Militar realizou, desde janeiro deste ano, 7.085 atividades ligadas a operações Pancadão em todo o Estado de São Paulo. Com isso, mais de mil pessoas foram detidas, com 8,4 mil veículos removidos.




Durante os trabalhos em campo, como blitz, 301.668 pessoas (incluindo condutores) foram abordadas, resultando em 818 prisões, 74 apreensões de adolescentes e na captura de 309 procurados pela Justiça.

Também foram vistoriados 2.213 estabelecimentos comerciais e 95.700 veículos, resultando na remoção de 8.430 automóveis e no encontro de outros 570 roubados ou furtados.

Além disso, as atividades permitiram submeter 26.178 motoristas ao teste do bafômetro e a apreensão de 4.948 documentos, 77 equipamentos eletrônicos, 1,7 tonelada de drogas, 73 armas e o valor de R$ 59.215,10.




Nas ações, também foram lavrados 36.081 autos de infração de trânsito, 102 atos infracionais e 449 boletins de ocorrência por crimes variados, sendo 156 por tráfico de entorpecentes.

As fiscalizações da operação “Pancadão” contam com o apoio da Guarda Civil Metropolitana (GCM).