A Prefeitura de Campo Limpo Paulista rejeitou o pedido da empresa Rápido Luxo Campinas (RLC) para o aumento da tarifa do transporte público em 2020, no total de R$ 6,43. O aumento abusivo representaria quase 40% sobre o atual valor da passagem municipal, que hoje é R$ 4,50 no cartão, R$ 4,70 em dinheiro e R$ 2,35 para estudante.




O prefeito dr. Japim Andrade reforça que em março de 2019 uma auditoria já regularizou a tarifa dos ônibus de acordo com a inflação e desde então não houveram movimentações exponenciais na economia para que a RLC pedisse outro reajuste da passagem.

“Entendemos que após a consultoria de 2019 o valor da passagem está dentro do padrão baseado em cálculos de reajuste. A população de Campo Limpo Paulista já paga uma passagem consistente e não precisaria de mais este aumento”, frisou o chefe do Executivo, dr. Japim Andrade.




MAIS – O contrato com a empresa Rápido Luxo Campinas é originário da administração de 1999 e tem validade até 2029, ou seja, vigora por 30 anos. Neste meio tempo, o atual governo dr. Japim Andrade tem concentrado esforços para cobrar melhorias à RLC.

Dentre as conquistas, a Prefeitura já alcançou que 100% da frota do transporte público municipal contasse com acessibilidade a pessoas com deficiência (PCD).