Para evitar que o feriado prolongado se transforme em um incentivo a aglomerações e deslocamentos – proporcionando assim a disseminação do coronavírus (COVID-19) e colocando em risco a saúde da população – a unidade de Gestão de Segurança Municipal e a Guarda Municipal firmaram uma parceria com a Polícia Militar para a realização de barreiras de proteção em pontos estratégicos do município. As barreiras terão início na tarde desta sexta (22) e prosseguirão por todo o feriado prolongado – sábado, domingo e segunda. Entre os objetivos da medida está a proteção da estrutura de leitos hospitalares públicos montados para o atendimento exclusivo dos pacientes de COVID-19.




Motorista poderá ser parado e orientado sobre a necessidade de não se deslocar sem necessidade e não criar aglomerações

Segundo o gestor da Unidade de Gestão de Segurança Municipal, Paulo Sérgio de Lemos Giacomelli Stel, a ação é de cunho preventivo e tem o objetivo de orientar o cidadão sobre os procedimentos de segurança durante a pandemia. “Nas barreiras o motorista poderá ser parado e orientado sobre a necessidade de não se deslocar sem necessidade e não criar aglomerações”, explica. “São medidas de precaução cujo foco é evitar o contágio”.

Tanto os locais quanto os horários das barreiras policiais não serão divulgados, segundo o gestor. “O efeito surpresa faz parte da ação – mas, desde já, pedimos aos munícipes o respeito à quarentena neste feriado, pois nosso maior objetivo é proteger a saúde da população”.




A ação do feriado prolongado vem ao encontro das medidas de Saúde colocadas em prática pelo Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus (CEC). Jundiaí ampliou a estrutura de leitos públicos da cidade para o atendimento da população que seja contaminada pelo vírus e necessite de atendimento hospitar.

Em março, foram estruturados leitos exclusivos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), além de leitos de enfermaria, somando 117 somente no Hospital São Vicente de Paulo, referência para o atendimento COVID-19. Além disso, foram instaladas as Unidades Sentinelas (US) para a triagem da população com síndrome gripal. Outro avanço de Jundiaí é a testagem ampla, realizada de forma estratégica para identificar a contaminação em território jundiaiense.




(Fonte/Imagem: Prefeitura de Jundiaí)